Resenha: Infinito

Hora da verdade: Infinito é o último livro da série Os Imortais, e com ele há a possibilidade de desvendar todos os problemas que cercam os romances de Ever e Damen. Sinceramente, eu não sou muito fã do casal Ever e Damen, mas o livro com certeza nos convence que eles devam ficar juntos (e ainda assim, sou muito mais o Jude que o Damen!).

Tudo começa com Summerland sendo tomada por lama, desertos e paisagens desagradáveis – e tudo indica que isso seria causado por uma ampliação de Shadowland. Assim, Ever é incumbida por uma velha a enfrentar uma jornada para reverter esse cenário. Nessa jornada, ela descobre mais uma vida passada, que foi, de certa maneira, o início de todas as questões relacionadas ao elixir. Ao adquirir mais conhecimento sobre o passado, Ever tem uma última oportunidade de tomar decisões cruciais relacionadas ao seu passado, presente e futuro. E essas decisões não só estão relacionadas a sua relação com Damen e a possibilidade de tocá-lo novamente, como também incluem outros imortais – o que faz com que a responsabilidade que caiu sobre Ever seja grande.

 

Alyson Noel, no geral, acertou bastante com esse livro. Não é tão meloso nem cansativo – por mais que Damen e Ever continuem sendo um casal bem chatinho. Vale ressaltar que o livro foca mais na busca pela verdade e na jornada de Ever para solucionar os problemas que tomaram conta de sua vida – muito mais interessante que aqueles cansativos triângulos amorosos que terminam na morte de um imortal. A autora também nos deu a oportunidade de conhecer os motivos por trás das personalidades de cada personagem – não só Damen e Ever – e isso foi um dos elementos que mais me agradou em Infinito – deu para simpatizar com alguns personagens. A história nos prende e recria aquela empolgação que eu senti com o primeiro livro de Os Imortais. Já sentia falta de elementos que me prendessem em outros livros da série, afinal Chama Negra e Terra das Sombras foram muito difíceis de terminar.

 

Provavelmente essa não será a última vez que ouviremos falar de Damen e Ever – principalmente pelo fato de a autora ter iniciado o spin-off sobre a irmã de Ever, Riley Bloom. No entanto, vale ressaltar que gostei bastante da maneira através da qual a história se encerra. Tia Alyson, obrigada por escrever Infinito! Foi um final digno da série Os Imortais que eu conheci com ‘Para Sempre’!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s