Está na moda, mas eu não tenho que usar!

Nossa, esqueci completamente de postar ontem… estou um pouco estressada com a falta de capacidade dos Correios do Brasil de entregar encomendas internacionais de Fevereiro – sendo que a maioria das coisas pedidas em março estão chegando (parece que eu não sou a única com esse problema). E continuo estudando – quem me dera ter uma entrada USB na cabeça para absorver todo o conteúdo que preciso! Resumindo, estou meio away – tenho uma caixinha cheia da coisas para fazer swatches (tenho dó de usar sem tirar as fotos e fazer os swatches) e vou tentar trabalhar nisso na próxima semana!

De qualquer maneira, hoje vou falar de moda! Não que eu seja fashionista ou expert no assunto – estou longe disso -, mas tem algumas coisas no mundo da moda que me incomodam…

Todas as pessoas são diferentes e isso significa que temos estilos diferentes. Por esse motivo, uma das primeiras coisas que me incomodam são as pessoas tentando DITAR o que os outros devem usar. Usam aquela generalização: “Todo mundo está usando” ou então “Must-have”. Se o guarda-roupa é meu e se sou eu quem pago minhas roupas, tenho o direito de não usar o que você quer que eu use!

E se eu achar o item feio, ainda sou xingada! Tem coisa que eu acho horrorosa e baranga – tipo aquelas roupas que tem tanto glitter que você pode guardar para o próximo Carnaval, ou aquelas estampas que mais parecem cortina de cozinha, e tem aqueles sapatos/tamancos que para mim só servem para aparar a porta.

Moda não é para te desfavorecer… não é pra usar roupas tão justas que nem dá para sentar ou roupas muito largas que cabem duas de você dentro. Se você é uma pessoa monocromática, se esforce um pouquinho para adicionar mais cor no seu guarda-roupa. Se você é uma pessoa muito colorida, cuidado com os exageros… e cuidado para não sair de casa como se você estivesse indo para uma festa a fantasia…

Inventar moda não é vestir algo só por vestir ou porque alguém falou que está na moda… é ter plena consciência de que além de compor um look bem feito, você está respeitando todos os limites do seu corpo e estilo! Moda para aparecer/exagerada só funciona (e ainda assim com exceções) na passarela ou em editoriais…

Anúncios

4 pensamentos sobre “Está na moda, mas eu não tenho que usar!

  1. Me identifiquei muito com seu post – quando eu estudava moda, me deparava com meninas que a cada semana compravam peças novas porque certa blogueira disse que era “in”, e paravam de usar as tais peças quando a mesma blogueira dizia que era “out” (isso não é uma referência ao Project Runway! haha). Um dia achavam, por exemplo, batom preto a coisa mais nojenta do mundo. Mas no outro, porque tal blogueira fez um tutorial usando, o batom preto virava um daqueles “ítens necessários”…
    As pessoas deixam de usar o que gostam/usam o que não gostam, porque alguém (que elas nem conhecem, muito menos irão conhecer!) disse que é algo “necessário”… Impressionante, né? Mas por outro lado, é isso que faz o mercado da moda girar..!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s