Video-game – Saint Seiya Sanctuary Battle

Um dos desenhos que eu mais gostava quando pequena era Cavaleiros do Zodíaco. Lembro de ficar esperando o desenho (que passava depois de Shurato e Sailor Moon) no canal Manchete. Uma das sagas que mais me encantava era a do Santuário – deve ter assistido umas 5 vezes cada episódio. Nessa saga, Seiya e os outros cavaleiros de bronze devem atravessar as 12 casas do Zodíaco para chegar ao mestre do santuário e tentar salvar Athena (Saori).

E pode ter certeza que eu fiquei mais que feliz quando soube que seria lançado um jogo para Playstation 3 baseado exatamente nessa parte do desenho! O jogo Saint Seiya Sanctuary Battle pode ser jogado no modo História ou no modo Desafios e é do estilo ‘bata em todo mundo’.

O modo história conta com a mais completa perfeição (em relação ao Anime) o que aconteceu no Santuário, o que é muito bom para quem não lembra do desenho ou nunca o assistiu. Depois que Saori é atingida por uma flecha de ouro, você acompanha Seiya, Shun, Shiryu, Hyoga e Ikki ao longo do Santuário, correndo contra o relógio das doze casas para salvar a vida da reencarnação de Athena – cada personagem enfrenta os mesmos cavaleiros de ouro que enfrentou no desenho, o que significa que você não escolhe o cavaleiro de bronze que usará em cada fase.

Antes de entrar em cada casa de ouro, você enfrenta alguns personagens mais fracos e um pseudo chefe – para quem viu o anime, pode lembrar do Cassios, Misty e dos cavaleiros negros. Depois que você passa dessa parte inicial (que é um bom treinamento), você enfrenta um cavaleiro de ouro (seguindo a ordem do zodíaco, a partir de Áries), até chegar ao mestre do santuário.

Depois dessa parte da história, é possível jogar a história de outros personagens, como Aiolos (cavaleiro de ouro de Sagitário que morreu para salvar o bebê Saori), Aiolia, Ikki, Marin e Shina – essas histórias são BEM menores e algumas muito simples, em comparação com a saga do Santuário.

Vale lembrar que no começo do modo desafio nem todos os personagens estão liberados para você treinar  e que todos os personagens começam no level zero – as primeiras lutas de um personagem contra um cavaleiro de outro ficam bem complicadas. No jogo, você deve evoluí-los ao longo das fases, para melhorar a força de cada um e seus golpes na batalha.

A parte dos desafios é simples: existem desafios individuais ou em dupla (outro player), nos quais você deve cumprir missões (como passar pelas casas do zodíaco enfrentando os cavaleiros de ouro e alguns aleatórios ou derrotar três cavaleiros de ouro simultaneamente). Nos desafios, você pode escolher outros personagens.

Os gráficos do jogo respeitaram os traços e cenários do anime, acrescentando, claro, um pouco dos aspectos dos vídeo-games mais recentes (o jogo é o desenho em 3D). Só faltou acrescentar a função ‘girar câmera’ – não ter como mudar a posição da câmera atrapalha algumas vezes.

Os comandos não são nada complicados – e na casa de Áries (a casa introdutória) você tem a oportunidade de aprender todos. Existem os golpes normais (chutes e socos), os combos (combinações de socos e chutes que aumentam a força do ataque) os golpes especiais (poderes, carregamento de cosmos e afins) e os golpes Big Bangs (são golpes especiais em que a luta para e tem filminho para mostrar os personagens soltando os poderes – e são golpes que te dão uma boa vantagem contra os cavaleiros mais fortes). Para os golpes especiais e os golpes Big Bang é necessário ficar atento a barra de Cosmos (equivalente a poder mágico) e ao brilho do báculo (símbolo dourado que fica à esquerda da barra de energia). Cada personagem possui seus próprios golpes, mas os comandos são os mesmos para todos os personagens.

Dos cinco cavaleiros de bronze, eu prefiro jogar com o Ikki (Ave Fênix é o ataque mais forte do jogo – melhor que ataques de cavaleiros de ouro) e o Shun (ótimo ataque em área e ótima defesa). O Shiryu é o que eu achei pior (principalmente porque os ataques especiais são bem restritos)! Juro que em alguns momentos achei o Jaboo (de Unicórnio) melhor do que o Shiryu. O Seiya é melhor do que eu pensava (os meteoros de Pégasus funcionam muito bem contra a maior parte dos inimigos) e para jogar com o Hyoga, você tem que ter uma boa mira – qualquer deslize e você erra completamente o ataque. A Shina também não é muito forte, eu gostei de jogar foi com a Marin. Dos cavaleiros de ouro, só não tenho coragem de jogar com o Máscara da Morte e o Afrodite cansa, porque ele grita toda vez que lança rosas.

A parte da história lembra muito os episódios do desenho (com uma qualidade melhor, devo admitir) e os desafios individuais não são tão divertidos quanto os desafios em dupla. De qualquer maneira, eu me apaixonei pelo jogo, foi tão lindo acompanhar a saga novamente e poder jogar com os personagens que eu tanto gostava na infância! Para quem um dia já se encantou com Cavaleiros do Zodíaco, é quase que obrigatório jogar Saint Seiya Sanctuary Battle…

Comentários aleatórios (pode ser importante deixar registrado que continuo gostando de CDZ): Algumas partes da história faziam bem mais sentido antes, quando eu não sabia nada de física, química e biologia – o que eu mais achei bizarro foi lembrar o quão fácil é emprestar cosmos pro outro. Meu cavaleiro de ouro favorito continua sendo o Aldebaran – que por sinal é do meu signo – seguido pelo Mu, mas eu não lembrava o tanto que a armadura do Camus (de Aquário) é bonita. Agora eu acho alguns dos personagens mais ‘meninas’ do que na época que assistia (nem preciso comentar do Shun – meu personagem favorito -, mas o lado menina do Hyoga, com as coreografias e os comentários bem femininos pode surpreender alguns!). Além disso, o Shiryu foi a inspiração para o Jacob Black de Crepúsculo, né (os dois vivem sem camisa – e o Shiryu não perde a oportunidade de tirar a armadura desnecessariamente)?

Anúncios

4 pensamentos sobre “Video-game – Saint Seiya Sanctuary Battle

  1. nossa otimo jogo, e ótimo post assim como você eu assistia quando era pequeno, agora voltei a assistir a série desde o começo no anitube. Futuramente vou tentar jogar!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s