Disney Live! 3 Contos Clássicos

Tive a oportunidade de ir ao espetáculo Disney Live! Três Contos Clássicos no mês de setembro. O espetáculo reconta as histórias de A Bela e a Fera, Branca de Neve e os sete anões e Cinderela – cada história em aproximadamente 20 a 30 minutos. As histórias são narradas por Mickey e seus amigos, sendo que cada história começa quando um livro mágico “acorda”, seja por uma trapalhada do Pateta, uma atitude do Donald ou um momento romântico entre Minnie e Mickey.

As histórias são completamente adaptadas, com músicas cortadas, para caber no curto tempo. Alguns personagens que eu adoro, como o Lúcifer de Cinderela, nem aparecem.  Mesmo assim, eles passam a história muito bem.

Na Branca de Neve, temos a cena inicial, no poço, onde ela conhece o príncipe pela primeira vez, a clássica cena da Rainha má e do espelho e logo em seguida ela chama o caçador, o caçador não consegue matar Branca de Neve e ela foge para a floresta, então ela acaba na casa dos sete anões que encontram a princesa quando voltam do trabalho, aí tem aquela cena que os anões dançam com a Branca de Neve, depois parte para a cena da rainha fazendo a maçã envenenada e se transformando em bruxa velha, a Branca de Neve caindo no sono eterno e o beijo que a acorda – é o mais fiel dos três contos.

Em Cinderela temos a cena dela limpando, já passa para os ratinhos cantando “Cinderela, Cinderela”, depois tem o convite real para o baile, o momento que os ratinhos mostrando o vestido, o vestido sendo rasgado pelas irmãs, a transformação, o baile, o sapatinho (Cinderela nem é trancada na torre da mansão) e felizes para sempre – é o conto que dura mais tempo no espetáculo e ao mesmo tempo é o que mais corre e corta a história.

Finalmente, temos a história da Bela e a Fera, não lembro direito da ordem desse espetáculo, mas lembra um pouco a atração que tem no Hollywood Studios na Disney (a do parque é mais bem feita e tem as músicas direito). Acho que a ordem é mais ou menos: temos a cena inicial (com a música Bonjour um pouco reduzida), depois o pai dela já está preso no castelo e ela encontra a Fera e troca de lugar com o pai, depois tem a música A vontade (também reduzida), a Bela descobre a rosa, depois temos a Alguma coisa acontece, com ela lendo um livro com a Fera e em seguida temos a cena e a Fera entregando o espelho para a Bela, depois temos a cena do Gastão no bar reclamando que a Bela não quer casar com ele e a Bela chega procurando o pai e mostra a Fera no espelho, a cidade vai atrás da Fera e acontece a cena de luta (bem limitada) e a transformação.

E todos viveram felizes para sempre!

Adoro esse tipo de espetáculo, deixa muito alegre a criança dentro de mim!

Nem tenho fotos boas (sentei em uma cadeira mais afastada e estava com minha máquina compacta – que nem é boa para tirar fotos em eventos assim), mas tem algumas outras fotos no meu FLICKR.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s